24 de julho de 2014

Lançamento da candidatura do cacique Ládio Veron (PSOL) é celebrada com Ritual

Imagem printada


Por Tereza Amaral com Talita Veron
e Natanael Caceres*

A candidatura do chefe indígena Ládio Veron que disputa uma vaga para o cargo de deputado federal (PSOL MS/5000) foi lançada com o ritual de passagem Tekpkatu Nhemboayu.

Os anciãos realizaram a cerimônia Guarani-Kaiowá, cujo significado é "para que todos ouçam o chamado da justiça", no último sábado na aldeia Takwara.


A matriarca Julia Cavalheiro (Foto), viúva do cacique Marcos Veron brutalmente assassinado pelo agrocrime, em 2003, emocionou com um apelo feito no encerramento do rito.

"Eu venho pedir a todos os povos da terra para pegar um na mão do outro, como no Gwaxiré (dança tradicional) para chegar no final que será um novo tempo, pois ele será a nossa voz no meio daqueles que nos tem oprimido", disse a mãe do candidato Ládio Veron.


Um dos líderes da Resistência Indígena no Mato Grosso do Sul, o chefe indígena está otimista.
Ele concorre a um cargo político pela primeira vez e conta com o apoio da Grande Assembleia dos Povos Guarani e Kaiowá (Aty Guasu).Veja pronunciamento de uma liderança da Aty Guasu!

video

Assista entrevista por Talita Veron com tradução abaixo:




Tradução


Cacique Ládio Veron o que o senhor tem a nos dizer 
sobre este momento da sua candidatura?

"Estou muito confiante nos parentes, nos caciques, 
estou confiante em todas as pessoas porque não é 
eu sozinho que tomei essa decisão de tomar a 
frente da luta do povo Kaiowá e Guarani.

Com a aprovação da Aty Guas tenho uma grande 
confiança e estou confiante também que farei um 
bom trabalho e poderei contribuir com o povo e 
todos que me derem um voto de confiança".

Audiovisual e Foto _ Natanael Caceres!



Nenhum comentário:

Postar um comentário